Auditoria nos corredores BRT do Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro é um dos exemplos de cidades que estão se preocupando em deixar um bom legado para a população após a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos. A cidade está implementando 123 km de corredores BRT para servir a demanda por transporte público eficiente e confortável.

Sob coordenação do consultor dinamarquês Carsten Wass, em setembro e em dezembro de 2011, a equipe técnica da EMBARQ Brasil realizou auditorias de segurança viária em dois dos principais corredores exclusivos de ônibus rápidos em construção na capital fluminense:

Transoeste

Vai ligar a Barra da Tijuca a Santa Cruz e Campo Grande. O Transoeste terá 56 km de extensão e 53 estações de BRT. A expectativa é que a via reduza pela metade o tempo médio de viagem entre os bairros, todos na Zona Oeste do Rio.

Transcarioca

Vai ligar a Barra da Tijuca ao Aeroporto Internacional Tom Jobim. O Transcarioca vai beneficiar também moradores do subúrbio da cidade. Com 41 km de extensão, a via cruzará bairros como Madureira, Vicente de Carvalho e Penha, depois de cortar toda a região de Jacarepaguá. A expectativa é que o tempo do trajeto seja reduzido em até 60%, o que vai beneficiar cerca de 400 mil pessoas todos os dias.

Além dos corredores, também o projeto das estações do BRT carioca passou por análise técnica. Os relatórios finais foram entregues à Prefeitura do Rio de Janeiro, propondo alterações que podem tornar o sistema ainda mais seguro e salvar vidas no trânsito. As observações realizadas pelo consultor estão sendo incorporadas nos projetos.